Encontro de Mestres e 21 anos da Palmares

26 agosto, 2009
Mestre Paulão (RJ) e Mestre Ananias (SP)

Mestre Paulão (RJ) e Mestre Ananias (SP)

De 19 a 21 de agosto participamos em Brasília do Encontro Nacional de Mestres de Capoeira, encontro este realizado como parte das comemorações dos 21 anos da Fundação Cultural Palmares.  Estiveram presentes neste encontro Mestres e pesquisadores de Capoeira de 23 estados.

Chegada dos Mestres de Capoeira do Rio de Janeiro em Brasília, onde encontramos representantes de MG e ES

Chegada dos Mestres de Capoeira do Rio de Janeiro em Brasília, onde encontramos representantes de MG e ES

A programação deste evento foi vasta e abordou diversos assuntos, como, por exemplo, a Regulamentação da Profissão de Mestres de Capoeira; Capoeira como Patrimônio Cultural: reconhecimento nacional e internacional; Políticas Públicas para a Capoeira e uma mesa redonda composta por Mestres de Capoeira e representantes dos 23 estados participantes.  Foi decidido, entre outras coisas, pela criação da Rede Nacional da Capoeira, idéia nossa, que, após consultada a plenária, foi aprovada por todos (as). Mestre Gavião, do Rio Grande do Sul, propõs a criação de um Movimento Nacional da Capoeira e a luta pela inclusão da Capoeira nas escolas tendo como base legal a utilização da Lei 10.639/2003.

Jairo Júnior (SP) Zulu Araújo (presidente da Fundação Cultural Palmares) e Mestre Paulão (RJ),

Jairo Júnior (SP) Zulu Araújo (presidente da Fundação Cultural Palmares) e Mestre Paulão (RJ),

Nós, do Estado do Rio de Janeiro, apresentamos a proposta de alteração no PLC (Projeto de Lei da Câmara) 031/2009, que encontra-se em votação no Senado e que cria a Profissão de Mestre de Capoeira, tendo sido a nossa idéia do susbtitutivo aprovada por todos os presentes.

Juca Ferreira (Ministro da Cultura) e Mestre Paulão (RJ)

Juca Ferreira (Ministro da Cultura) e Mestre Paulão (RJ)

Palestraram neste evento representantes do Ministério das Relações Exteriores, do Ministério da Cultura, da Fundação Cultural Palmares e do IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional). Todos enfatizaram a importância da Capoeira para o Brasil e para a humanidade. Inclusive, existe proposta do IPHAN de apresentar para a UNESCO a Capoeira para ser tombada como Patrimônio Cultural da Humanidade.

Vamos ficar aguardando pra ver o que mais irá rolar no mundo da nossa Capoeiragem.

Antes que me esqueça, vocês estão convidados (as) para participarem da Roda de Capoeira que realizaremos no CIEP Brizolão 444 – Israel Jacob Averbach, em Magé, Estado do RJ, no próximo sábado, dia 29/08, às 15 horas.

Anúncios